Olá! Compartilharei com todos alguns destaques que li do site da Gabriela Manssur(Justiça de Saia)de um estudo realizado pela IBM com o título – Mulheres, liderança e o paradoxo da prioridade – que revela que a diferença de gêneros em cargos relevantes continua bastante enraizado . Muito importante não só a leitura como também as empresas entrarem em ação para que este cenário realmente mude .. já temos alguns avanços , porém acredito que temos um longo caminho a percorrer . Agora é AGIR

O estudo revelou que, dentro das organizações que participaram, apenas 18% dos cargos de liderança senior são ocupados por mulheres. Isto deve-se essencialmente a três fatores:

.

·        As organizações não estão convencidas da mais-valia para o negócio. 79% dos entrevistados indicaram que não formalizaram a promoção da igualdade de gênero na liderança dentro das suas organizações, embora muitas evidências correlacionem a igualdade de gênero com o sucesso financeiro e a vantagem competitiva.

.
·        Os homens subestimam a magnitude da diferença de gênero nos seus locais de trabalho. 65% dos executivos do sexo masculino acreditam que seriam promovidos para um cargo de liderança, mesmo que fossem mulheres, apesar do baixo número de mulheres que atualmente ocupam esses cargos.

.
·        Poucas organizações reconhecem e priorizam a diferença de gêneros. As organizações confiam demasiado nas “boas intenções” e aplicam uma abordagem de laissez-faire à diversidade, em vez de aplicarem a estratégia e a disciplina na execução operacional que utilizariam noutros aspetos do desempenho organizacional.

.

“O ano que passou intensificou o foco na diversidade, a nível mundial, e os benefícios empresariais das equipas inclusivas estão agora bem documentados”, referiu Michelle Peluso, Senior Vice President of Digital Sales and Chief Marketing Officer. “A oportunidade que temos agora é passar a inclusão de algo interessante para um imperativo – tal como encaramos outras prioridades de negócio”.

.

Link da matéria: http://www.justicadesaia.com.br/estudo-conclui-que-progressao-de-carreira-das-mulheres-nao-e-prioridade-para-79-das-organizacoes/

Link do report completo : https://www.ibm.com/downloads/cas/YZWEXLPG

 

Elaine Ferreira